InícioRegrasFAQRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 White Wizzard - Over The Top (2010), Heavy Metal

Ir em baixo 
AutorMensagem
Nightmare Master

avatar

Mensagens : 1445
Data de inscrição : 27/02/2010
Idade : 55
Localização : USA

MensagemAssunto: White Wizzard - Over The Top (2010), Heavy Metal   Sab Fev 27, 2010 11:47 pm

White Wizzard - Over The Top (Limited Edition)

1. Over the Top
2. 40 Deuces
3. High Roller
4. Live Free or Die
5. Iron Goddess of Vengeance
6. Out of Control
7. Strike of the Viper
8. Death Race
9. White Wizzard

CD 2
01. Gates of Gehenna
02. Heading Out to the Highway

VBR
MP3




WYATT - THE SCREAMING DEMON - LEAD VOCALS
CHAD BRYAN - RHYTHM AND HARMONY GUITARS
JON LEON - BASS GUITARS/ELECTRIC GUITARS
GIOVANNI DURST - DRUMS

http://www.myspace.com/WhiteWizzard
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://hardrockcity.b1.jcink.com/index.php?
J-Lúcifer

avatar

Mensagens : 560
Data de inscrição : 25/02/2010
Idade : 35
Localização : High Cross - Big River from the South

MensagemAssunto: Re: White Wizzard - Over The Top (2010), Heavy Metal   Qui Abr 15, 2010 10:41 am

Nota 9 na Roadie Crew desse mês. Influências de NWOBHM. Bom, só me resta conferir!
Voltar ao Topo Ir em baixo
J-Lúcifer

avatar

Mensagens : 560
Data de inscrição : 25/02/2010
Idade : 35
Localização : High Cross - Big River from the South

MensagemAssunto: Re: White Wizzard - Over The Top (2010), Heavy Metal   Ter Maio 04, 2010 5:51 am

Fui deixando, deixando, mas finalmente ouvi. E me arrependo de não ter conferido antes. Puta disco maravilhoso! Metal tradicional em sua essência, com guitarras totalmente influenciadas pela NWOBHM e um vocal que me lembrou bastante o Lizzy Borden. Músicas como "40 Deuces" e a mais trabalhada "Iron Goddes of Vengeance" lembram bastante o Iron Maiden fase Piece of Mind/Powerslave, com a batida cavalgada da primeira e os momentos climáticos da segunda. Já "Live Free or Die" é Power Metal norte-americano oitentista puro. "Out of Control" tem uma intro de baixo à la Steve Harris e uma letra altamente 'troo' acompanhada por uma levada veloz e eficiente. Os covers do Cloven Hoof e do Judas Priest se encaixaram muito bem no contexto e encerram com chave de ouro.

Disco para ouvir tocando air-guitar, bangeando e batendo o pé no ritmo da bateria. Uma verdadeira viagem no tempo, nostalgia total. Aprovadíssimo, até aqui um dos melhores do ano no estilo.

Nota 9, assim como a Roadie Crew

_________________